quarta-feira, 5 de maio de 2010

Um caso sugestivo de Reencarnação

video

"A reencarnação é à volta da alma ou Espírito à vida corpórea, mas num outro corpo, novamente constituído, e que nada tem a ver com o antigo."
Evangelho Segundo o Espiritismo.

A cada dia a Reencarnação está nos comentários das pessoas nas ruas, em suas casas, nos filmes, nas novelas, em todo lugar, a Ciência anda devagar nessa área, mais não significa que ela esteja parada. Desde tempos imemoriais através dos antigos povos e suas doutrinas religiosas o nascer de novo sempre se fez presente. A Doutrina Espírita tem na Reencarnação a maior prova de Deus aos seus filhos, quando nos é permitido viver mais vezes, como Pai soberanamente bom e justo jamais nos deixaria ao fogo eterno, muitas vezes pela nossa ignorância em detrimento de suas leis sábias e justas. Como Pai amoroso sempre nos permitirá recomeçar de novo.

O que dizer dessa passagem do Evangelho de Jesus:

...E havia um homem dentre os fariseus, por nome Nicodemos, senador dos judeus. Este, uma noite, veio buscar a Jesus, e disse-lhe: Rabi, sabemos que és mestre, vindo da parte de Deus, porque ninguém pode fazer estes milagres, que tu fazes, se Deus não estiver com ele. Jesus respondeu e lhe disse: Na verdade, na verdade te digo que não pode ver o Reino de Deus senão aquele que renascer de novo. Nicodemos lhe disse: Como pode um homem nascer, sendo velho? Porventura pode entrar no ventre de sua mãe e nascer outra vez? Respondeu-lhe Jesus: Em verdade, em verdade te digo que quem não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no Reino de Deus, o que é nascido de carne é carne, e o que é nascido do Espírito é Espírito. Não te maravilhes de eu te dizer que vos importa nascer de novo. O Espírito sopra onde quer, e tu ouves a sua voz, mas não sabes de onde ele vem, nem para onde vai. Assim é todo aquele que é nascido do Espírito. Perguntou Nicodemos: Como se pode fazer isto? Respondeu Jesus: Tu és mestre em Israel, e não sabes estas coisas? Em verdade, em verdade te digo: que nós dizemos o que sabemos, e damos testemunho do que vimos, e vós, com tudo isso, não recebeis o nosso testemunho. Se quando eu vos tenho falado das coisas terrenas, ainda assim me credes, como creríeis, se eu vos falasse das celestiais? (João, III: 1-12)


"Nascer, viver, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei."
Allan Kardec.


Nenhum comentário:

Postar um comentário